“Não se pode estar sempre no topo da montanha”, Katy Perry reflete sobre sua vida e carreira no último ano em entrevista
“Não se pode estar sempre no topo da montanha”, Katy Perry reflete sobre sua vida e carreira no último ano em entrevista

Em entrevista para a Glamour Magazine, na qual é o destaque do mês de março, Katy Perry falou sobre os momentos que tem vivido em sua vida pessoal e carreira no último ano.

Em certo ponto, Katy disse que o que ela viveu em 2017 serviu como uma ajuda para diminuir o seu ego, algo que ela considera necessário para sua carreira.

Confira a tradução:

“[…] Este último ano foi sobre matar meu ego, o que tem sido realmente necessário para minha carreira. Mas para minha vida pessoal, não funciona assim. Se eu quero ter um equilíbrio verdadeiro, eu tenho que entrar em ser Katheryn Hudson

Em outro ponto da entrevista, Perry falou sobre as expectativas que criou nos últimos anos, que acabaram não se tornando realidade.

“Eu tive várias expectativas no final de 2015 e no final de 2016 que não se realizaram. Essa foi a primeira vez, em muito tempo, que não consegui seguir meu caminho. Acho que era a maneira do universo me dizer, “vamos ver se você realmente ama a si mesma”. Foi um desafio pra mim, porque eu não percebi o quanto eu dependia da validação externa. Uma vez que você é chutado um pouco para baixo da montanha, você percebe que o tempo é realmente melhor no topo. Tem sido realmente necessário para mim passar por isso. As pessoas não se relacionam com alguém que é perfeito ou está sempre vencendo, de qualquer maneira. Você não pode estar sempre sentado no topo da montanha.”

Atualmente, Katy Perry está em turnê com a “Witness The Tour” e passará pelo Brasil no mês de março para 3 shows.

Proprietário, administrador e redator-chefe. Ama séries, música, internet e conteúdos visuais em geral. Mineiro, leonino, 20 anos.
« Post anterior Próximo post »
Notícias Relacionadas