Series Review: Easy
Series Review: Easy

Ela chegou como uma série com pouca divulgação por parte da Netflix, mas a divertida “Easy” figura entre uma das produções que merecem sua atenção.

O tema principal da produção são relacionamentos amorosos, e tudo que envolve esse universo, como: expectativas, crises, possibilidades e as fases. Se identificou? Se sim, essa é a premissa desta série. Mostrar tudo que pode acontecer na minha, na sua, na nossa vida.

E como parte dos conteúdos originais da plataforma de streaming, isso possibilita demais que sejam testados novos formatos de produções. Nesta, por exemplo, a direção é toda no formato mumblecore, onde os (muitos) diálogos fluem e são interpretados de maneira natural – como se você conversasse com um amigo -, e são quase todos no improviso, o que dá um tom ainda mais realista às tramas.

Você pode ficar tranquilo: não iremos contar spoilers por aqui.

SOBRE:

O enredo da série se passa em Chicago, e mostra oito histórias de relacionamentos com diferentes características e dramas. Passando pela vida sexual sem graça de um casal na casa dos 40 até duas jovens, lésbicas, com toda a paixão do início de namoro. Passeando essas formas de casais – das muitas que existem -, Easy, fala de amor e sexo com uma linguagem de fácil entendimento e passível de fazer com o que espectador se identifique.

easy 1

Os relacionamentos mostrados ao longo da trama são recorrentes ao nosso mundo e bem atuais. Por exemplo, no episódio “Arte e Vida”, um quadrinista se vê incomodado quando tem sua intimidade – suas fotos intimas – expostas na internet. Já no episódio “Utopia”, um casal, interpretado por Orlando Bloom e Malin Akerman, buscam em um aplicativo de relacionamentos, uma terceira pessoa pra fazerem um ménage à trois.

Em “Cinderella Vegana”, ao se apaixonar por outra menina, Chase – personagem de Kiersey Clemons -, começa a mudar toda a sua personalidade para começar a imergir no universo da namorada. E quem já não se viu em uma situação como essa? Contraposto a este episódio, em “Brewery Brothers”, é tratado do assunto quebra de confiança, onde prestes a ser pai, um homem está infeliz com o trabalho e assim decide abrir uma cervejaria – ilegal – com seu irmão. Ele só esquece de avisar a mulher que iria fazer tal coisa.

O elenco é dividido: uma parte é conhecida do grande público e a outra não. E isso é interessante, conhecemos novos rostos e atuações – que em sua maioria são muito boas.

easy 3

Essa série mostra que existem muitas maneiras de se relacionar – e isso pode ser com você mesmo e/ou com outros; ao vivo ou através das redes sociais; sendo vegetariano e amando alguém que, por exemplo, ama comer carne; tentando todas as maneiras de salvar sue casamento, mesmo depois de dois filhos, ter 40 anos e uma libido em crise.

TRAILER:

 

FICHA TÉCNICA:

easy principal

EASY” é uma original Netflix.

  • Direção e Roteiro: Joe Swanberg
  • Elenco: Malin Åkerman, Jane Adams, Andrew Bachelor, Orlando Bloom, Hannibal Buress, Aya Cash, Michael Chernus, Kiersey Clemons, Dave Franco, Jake Johnson, Marc Maron, Gugu Mbatha-Raw, Kate Micucci, Emily Ratajkowski, Elizabeth Reaser

NOTA: 9/10

A série é bastante interessante! A maneira como eles acharam de explorar os diversos lados de um relacionamento, e mostrar, na verdade, como as coisas podem ser bem mais simples do que imaginamos, é fantástica. Essa forma de fazer com que os diálogos sejam rápidos e de maneira natural também ganha você, parece uma produção independente com qualidade de cinema. Uma segunda temporada já foi confirmada para a produção, e deve ser lançada em breve.

A primeira temporada da série está disponível, com a opção de download, na plataforma do Netflix.

OUTROS REVIEWS:

SUGESTÕES:

E aí? Quer acrescentar algo? Quer que a gente fale sobre mais alguma série?
É só escrever aí embaixo nos comentários e aguardar.
Até a próxima review aqui no RDT POP.

« Post anterior Próximo post »
Notícias Relacionadas