Semana nos Charts: 14ª Edição – A relevância dos charts para um mercado em crise
Semana nos Charts: 14ª Edição – A relevância dos charts para um mercado em crise

A relevância dos charts para um mercado em crise

Quando Beck subiu ao palco para receber o Grammy de álbum do ano, em fevereiro, o mundo perguntou-se: quem é Beck? Na categoria, ele concorria com o famigerado quinto álbum de Beyoncé e com o arrasador In The Lonely Hour – que na hora da entrega do prêmio já havia arrematado conquistas importantes, como o título de melhor álbum pop – e outros grandes discos como X, trabalho mais bem sucedido de Ed Sheeran.

 

Morning Phase, havia vendido menos de 400 mil cópias nos Estados Unidos quando foi aclamado como melhor álbum dos últimos 12 meses. Não era, ao menos, certificado como Ouro. Além de buscar conhecer quem era o cantor nada novo na indústria, as paradas de sucesso foram questionadas. Sua validade e relevância foi questionada. Ainda seria sensato pensar em números #1, top 10, certificações em meio a maior crise na história da indústria?

 

Em um comparativo com os 6 primeiros meses de 2014, as vendas de álbuns caíram 4%, as vendas de CDs físicos caíram 10% enquanto a compra de singles caiu quase 11%. Dados apenas dos Estados Unidos, maior mercado musical.

 

As paradas de sucesso, deveriam, ao menos, servir para medir apenas a popularidade. Canções como Who Let The Dogs Out, Macarena e Gangnam Style, apesar da duvidosa qualidade musical, foram grandes hits, já consagrados artistas como David Bowie podem aparecer raramente nas primeiras posições. Sim, as paradas de sucesso continuam relevantes. O erro, entretanto, é associar grandes artistas a grandes números nos charts.

 

Atualizações semanais

Na principal parada de singles nos Estados Unidos, Omi levou a melhor mais uma vez em uma disputa acirrada, como temos dito, com Can’t Feel My Face. Cheerleader caiu 2 posições na Digital Songs, que mede a quantidade de unidades vendidas (122 mil unidades, #4 na semana). Já nas rádios, teve sua audiência (136.8 milhões) aumentada em 7% e teve quase 11 milhões de streams na semana. Já The Weeknd teve uma audiência nas rádios um pouco menor que Omi (131.8 milhões) mas continuou no topo da Digital Songs com 163 mil unidades, além de 13,7 milhões de streamings, sem contar aqueles oriundos do vídeo da canção. Já Fetty Wap foi um dos destaques do top 10, subindo 80 posições -maior subida desde Roar em 2013- e repetiu o feito de The Weeknd, tornando-se o segundo rapper no ano com 2 canções simultâneas entre as 10 mais populares.

 

Nas paradas mundiais, nenhuma alteração. Omi manteve a primeira posição (311 mil pontos), enquanto Lean On permaneceu na segunda colocação. Os australianos do 50 seconds of summer alcançaram o top 10 pela primeira vez com She’s Kinda Hot. No Reino Unido, Black Magic do Little Mix manteve o topo pela terceira semana seguida.

 

Veja o top 10 da parada americana:

#1 (=) Cheerleader (Felix Jaehn remix)- Omi

#2 (=) Can’t Feel My Face- The Weeknd

#3 (+2) Watch Me (Whip / Nae Nae)- Silentó

#4 (=)Bad Blood- Taylor Swift and Kendrick Lamar

#5 (-2) See You Again- Wiz Khalifa and Charlie Puth

#6 (=) Trap Queen

Fetty Wap

#7 (+80) My Way- Fetty Wap and Monty

#8 (=) Fight Song

Rachel Platten

#9 (-2) Shut Up + Dance

Walk The Moon

#10 (-1 )Lean On- Major Lazer featuring DJ Snake and MØ

 

Álbuns

O rapper Future chegou pela primeira vez ao topo da parada de álbuns americana vendendo 126 mil cópias na última semana. Com algumas novas entradas, a última semana mostrou a incrível estabilidade de Taylor Swift, Ed Sheeran e Sam Hunt.

Mundialmente, o topo ficou, também com Future, por vender 131 mil cópias (5 mil mundialmente, o restante nos Estados Unidos).

Veja o top 10 da parada americana:

#1 DS2- Future

#2 1989- Taylor Swift

#3 Black Rose- Tyrese

#4 Currents- Tame Impala

#5 Angels And Alcohol- Alan Jackson

#6 Something More Than Free- Jason Isbell

#7 Dreams Worth More Than Money- Meek Mill

#8 X- Ed Sheeran

#9 Montevallo- Sam Hunt

#10 Kidz Bop 9- Kidz Bop Kids

 

O melhor do Mundo POP, com a qualidade RDT que você merece!
« Post anterior Próximo post »
Notícias Relacionadas